Opus, o design fluido de Zaha Hadid

Opus, o design fluido da nova obra arquitetônica da cidade de Dubai, que leva a assinatura de Zaha Hadid

capa

Dubai é a cidade em que os sonhos arquitetônicos se tornam realidade. É um oásis urbano e um campo de teste ideal para os arquitetos visionários e ambiciosos que vão para lá para desafiar as leis da engenharia, e muito menos as da gravidade. Não é à toa que alguns dos arranha-céus mais espetaculares do mundo podem ser encontrados em seu território, incluindo o edifício mais alto do mundo, o Burj Khalifa. A construção de ponta nunca parece fazer uma pausa aqui. O último em ordem de construção, mas um dos arranha-céus mais impressionantes é o Opus, projetado por Zaha Hadid em 2007 e concluído por seu estúdio. O edifício contém a sede do luxuoso Me Dubai, o primeiro dos hotéis da marca Meliá no Oriente Médio, além de escritórios, residências particulares, restaurantes e cafés.

zara 1

Inaugurado na primavera passada, o Opus está no alvo para se tornar um novo marco da cidade. A mão (e o software) do arquistar iraquiano se destaca por uma milha. O edifício é o resultado desse modo particular de design que encontra sua razão de ser na parametria geométrica, cujos resultados são tão experimentais e ousados ​​quanto sofisticados. O edifício de 93 metros de altura parece ter uma aparência diferente, dependendo do ponto em que é observado, revelando elevações que narram diferentes histórias de design por terem sido concebidas como entidades autônomas e distintas. Uma fachada se parece com um volume quadrado, escavado no meio por uma porção, cuja forma é difícil de identificar em termos de figuras geométricas tradicionais, determina o vazio central monumental; o outro é o resultado do emparelhamento das duas torres ligadas por uma ponte assimétrica de três andares, a mais de 70 metros acima do solo, e por um átrio de quatro andares, ao nível do solo. Assim como seu projetista pretendia, o edifício explora e incorpora conceitos opostos: opacidade e transparência; sólido e vazio; estática e dinamismo.

zara 2Uma característica única do Opus, que abrange 84.300 metros quadrados no total, são as fachadas do cubo, feitas de janelas isolantes com vidros duplos com revestimento de proteção UV e um motivo que protege os espaços internos de muito ganho solar. Esse padrão é repetido em todo o edifício, ressaltando a forma ortogonal do cubo, além de minimizar seu volume graças ao movimento fluido da luz, reflexos e transparência. A elevação do vazio de 6.000 metros quadrados, planejada com o uso da modelagem digital 3D, é composta por 4.300 componentes de vidro plano e curvo. Enquanto durante o dia, o exterior do cubo reflete o céu, o sol e a cidade, à noite o vazio é iluminado por uma iluminação LED dinâmica, criando um visual decididamente fascinante. A iluminação, como a ventilação, é regulada por sensores automáticos de movimento.

zara 3

zara 4

#ZAHA HADID, #ARQUITETURA, #DUBAI, #HOTEL DESIGN

Tags: , , , , , , , , , ,

Assine nosso Feed

Assine nosso feed e receba as noticias em seu e-mail ou smartphone.

advert

-2019/http://cemporcentodesign.com.br/2a-mostra-de-decoracao-de-natal-100-design/,Hotel Zorah Beach, vence o BOUTIQUE HOTEL AWARDS 2019,http://cemporcentodesign.com.br/mostra-100-design,